Conselho Tutelar de ITZ registra mais de mil denúncias em 2018

sábado, 12 de janeiro de 2019 às 10:06
Dos 1149 casos, a maioria está relacionada à negligência, com 162 registros. ( Foto: Reprodução / Internet)

IMPERATRIZ – O Conselho Tutelar da Área 2 em Imperatriz divulgou nesta sexta-feira (11) os números de denúncias que o órgão recebeu em 2018. Dos 1149 casos, a maioria está relacionada à negligência, com 162 registros.

O número na cidade é bem maior porque os dados compreendem apenas os registros nos bairros da cidade localizados entre a BR-010 e João Lisboa, área de abrangência do Conselho da Área 2, que compreende quase metade da cidade. O Conselho da Área 1 abrange a outra parte e atende os bairros localizados entre o Rio Tocantins e a BR-010.

O levantamento mostrou que o segundo tipo de denúncia mais comum é agressão física, 76 casos. No ranking das principais ocorrências aparece ainda o estupro de vulnerável, com 70 casos. Cerca de 50% das denúncias foram feitas pelo Disk 100.

Ao todo, dez conselheiros atuam na cidade. O Conselho Municipal da Criança e do Adolescente cobra a abertura de mais uma sede do Conselho Tutelar, para que a cidade seja dividida em 3 equipes de atuação, considerando a alta demanda da zona rural e urbana. Há casos que deixam de ser atendidos por falta de conselheiros tutelares.

(IMIRANTE)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook