Em época de alta de casos, apenas 5% do público prioritário vacinou contra a gripe no MA

quinta-feira, 4 de abril de 2024 às 09:45
295 Visualizações
O objetivo é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários para vacinação. – Foto: Internet

Em um período sazonal, com queda nas temperaturas e possível aumento nos casos de gripe, a campanha de vacinação contra a doença segue preocupando autoridades, pois apenas 5% do público-alvo se imunizou no Maranhão.]

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), pouco mais de 100 mil pessoas se vacinaram em um contingente de 2 milhões de pessoas aptas a se vacinar.

“A gente está com a vacina disponível na sala de vacinação e a população não está indo buscar. Estamos em pleno período sazonal, quando aparecem as síndromes gripais, sendo a síndrome respiratória aguda grave a nossa principal preocupação”, afirmou Mayrlan Avelar, assessora especial da SES.

Campanha de vacinação contra gripe começou no MA — Foto: Divulgação/ SES
Publicidade

A campanha de vacinação contra a gripe, no Maranhão, começou oficialmente no dia 18 de março, em todos os 217 municípios do estado. Tradicionalmente, a campanha ocorre entre os meses de abril e maio em todos os estados do Brasil, mas este ano ela foi antecipada por causa do aumento da circulação de vírus respiratórios em todo o país.

Em 2023, o Maranhão alcançou 79,03% de cobertura vacinal contra influenza. Neste ano, o objetivo é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários para vacinação no estado.

Poderão se vacinar de graça pela campanha no Sistema Único de Saúde (SUS):

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;
  • Crianças indígenas de 6 meses a menores de 9 anos;
  • Trabalhadores da Saúde;
  • Gestantes;
  • Puérperas;
  • Professores dos ensinos básico e superior;
  • Povos indígenas;
  • Idosos com 60 anos ou mais;
  • Pessoas em situação de rua;
  • Profissionais das forças de segurança e de salvamento;
  • Profissionais das Forças Armadas;
  • Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade);
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso);
  • Trabalhadores portuários;
  • Funcionários do sistema de privação de liberdade;
  • População privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos).

Obs: Se a pessoa estiver com sintomas de gripe, precisa esperar duas semanas para se vacinar.

Confira os locais de vacinação

A vacinação contra a gripe pode ser realizada nas unidades básicas de saúde nos 217 municípios do Maranhão.

Na capital maranhense, a Campanha de Vacinação Contra a Gripe começou no último dia 16 de março. A expectativa, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), é imunizar 354.179 pessoas contra o vírus influenza em São Luís.

Durante a campanha, todas as salas de vacinação de unidades de saúde de São Luís estão aplicando a vacina, das 8h às 17h. Além da vacinação na rede municipal, também é possível se vacinar na:

  • Policlínica Cidade Operária – De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e sábado, das 8h às 12h;
  • Policlínica Vinhais – De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e sábado, das 8h às 12h;
  • Policlínica Vila Luizão – De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h;
  • Hospital Dr. Genésio Rêgo – De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h;
  • Hospital Aquiles Lisboa – De segunda a sexta-feira, das 7h às 16h;

Atenção: Crianças que vão receber o imunizante pela primeira vez deverão tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias.

A vacina contra a gripe também pode ser encontrada em clínicas particulares para quem quiser se vacinar e não estiver no público prioritário.

(G1 MARANHÃO)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook