Espécie de segundo fóssil de dinossauro encontrado no Maranhão é identificada

sábado, 3 de agosto de 2019 às 09:33
Representação de como seria o Itapeuassauros cajapioenses (Foto: Reprodução/Tv Mirante)

Uma expedição que envolveu pesquisadores e moradores do Maranhão e do Rio de Janeiro resultou na descoberta de um novo dinossauro, o Itapeuassauros Cajapioenses. O fóssil do bicho foi encontrado no Lage do Itapeua, em Cajapió, na costa norte do estado brasileiro em 2015.

O dinossauro pesava de duas a sete toneladas e tinha 12 metros de comprimento. Por milhares de anos, os ossos do animal ficaram conservados em uma rocha. Eles só foram descobertos porque foram revelados pela baixa maré.

Publicidade

O trabalho de escavação foi feito com espumas e amarrações com arame. Depois, durante cinco anos, os ossos foram estudados para identificar a espécie. Foi uma cooperação entre oito pesquisadores do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), do Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

“Nós ficamos felizes de saber da nossa contribuição para a ciência. Isso é gratificante”, contou à TV Mirante do Maranhão, Agostinha Araújo, paleontóloga do Centro de Pesquisa de História Natural.

Esta é a segunda descoberta de um fóssil de dinossauro no estado. “O Maranhão tem um enorme potencial de estudos de alto nível, que tem implicações globais de como é a compreensão e a distribuição desses animais na África, Europa e no extremo-sul da América do Sul”, afirmou Rafael Lindoso, paleotólogo da UFMA.

O último dinossauro achado no Maranhão foi o Amazonssauros Maranhensis, descoberto pelos mesmos pesquisadores que identificaram o Itapeuassauros Cajapioenses. Os especialistas acreditam que os achados são raros, pois na região há um grupo pequeno e restrito de dinossauros herbívoros de pequeno porte que existiram entre 120 milhões e 96 milhões de anos atrás.

(REVISTA GALILEU)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook