Imperatriz entra em estado de calamidade pública

sexta-feira, 5 de abril de 2019 às 14:44
As doações para famílias desabrigadas podem ser feitas na sede, rua Hermes da Fonseca, 49, Centro. (Foto: divulgação)

IMPERATRIZ – Nesta sexta-feira (5) foi realizada uma força tarefa liderada pelo gestor do município, Assis Ramos. Ele decretou estado de calamidade pública, diante da maior chuva que caiu na segunda maior cidade do Maranhão, nos últimos dez anos.

Segundo a Defesa Civil, mais de 100 mm de chuvas caíram sobre Imperatriz nas últimas 12 horas, isso depois das chuvas igualmente torrenciais de domingo para segunda-feira. Os bairros mais afetados foram Vila Ipiranga, Grande Cafeteira, Parque Alvorada I e II, Vila Redenção I e II, Bacuri, Vila JK, Santa Rita, São José e Mutirão, com cerca de 800 famílias atingidas, sendo que este número poderá aumentar nas próximas horas. Confira a previsão do tempo para os próximos dias.

“Decretamos estado de calamidade e estamos notificando os governos estadual e federal, pedimos ajuda do exército e a Prefeitura com toda sua estrutura. Levamos famílias para quadras cobertas, escolas e Igrejas mais próximas não atingidas pelas águas, mas necessitamos da solidariedade de todos que possam ajudar”, declarou o prefeito Assis Ramos.

A prefeitura ordenou que toda a comida produzida hoje pelo Restaurante Popular da prefeitura de Imperatriz fosse distribuída para desabrigados das chuvas, principalmente dos bairros mais atingidos pela calamidade, Parque Alvorada I e II.

Defesa Civil, Infraestrutura, Limpeza Pública e as secretarias de esporte, desenvolvimento social, saúde, meio ambiente e planejamento urbano colaboram com as ações dando todo suporte inclusive levando remédios, alimentos, água potável e atendimento médico na quadra poliesportiva do Parque Alvorada. Toda a frota de carros e caminhões da prefeitura auxiliam as famílias resgatando móveis, pertences diversos e até automóveis levados pela chuva.

(IMIRANTE)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook