PM instaura inquérito para apurar ação de policiais que atiraram bala de borracha contra trabalhadores rurais

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019 às 17:24
PM vai abrir processo administrativo contra policiais que atiraram em trabalhadores rurais. – Foto: Divulgação

A Corregedoria da Polícia Militar do Pará (PM/PA) instaurou nesta quarta-feira (4) um inquérito policial para apurar a ação registrada em vídeo que mostra três policiais militares atirando balas de borracha contra um grupo de trabalhadores sem terra. O caso ocorreu na última segunda-feira (2), na fazenda Surubim, em Eldorado do Carajás, no sudeste do Pará.

Em nota, a PM declarou que os policiais foram acionados para verificar uma ocorrência de furto e abate ilegal de gado na propriedade. Durante as buscas, os militares encontraram um grupo que apresentou resistência, segundo a PM, e por essa razão teria sido necessário disparar as balas de borracha. A PM reforçou ainda que a ação está prevista nas técnicas de uso de Instrumentos de Menor Potencial Ofensivo (IMPO).

Publicidade

De acordo com a Comissão Pastoral da Terra (CPT), os trabalhadores estavam atravessando a propriedade depois de voltar de uma coleta de castanhas na mata quando foram abordados pelos militares. A CPT denunciou ainda que os policiais não tinham mandado judicial para a ação, e que eles estavam agindo a mando do gerente da fazenda.

Dois homens foram atingidos na ação. Os trabalhadores registraram a ocorrência na Delegacia Especializada em Conflitos Agrários (Deca), em Marabá.O caso também foi registrado na Delegacia de Eldorado dos Carajás, onde foi realizado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). De acordo com a PM, os três policiais envolvidos da ação, que fazem parte da Patrulha Rural do 23º Batalhão, foram afastados.

(G1/PARÁ)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook