Fugitivo é preso em Imperatriz, solto e preso novamente em Edison Lobão

quarta-feira, 19 de abril de 2017 às 22:17
238 Visualizações

A história dos quatro dias de “liberdade” de Hélio Oliveira pode ser considerado uma verdadeira odisseia. Analisando do ponto de vista das diversas dificuldades e peraltices que ele viveu durante esses dias como fugitivo da Cadeia Pública de Augustinópolis.

Hélio, ao lado de outros três detentos fugiram da cadeia no início da tarde de sábado, dia 16. Conforme os Policiais Civis, cada um tomou rumo diferente. Hélio pegou a T0-201, e quatro quilômetros e meio depois, em um povoado conhecido com Dez, roubou uma moto Honda Pop, tomando destino rumo a São Sebastião, onde abandou a moto e roubou uma bicicleta.

Publicidade

Em São Sebastião teria ficado escondido às margens do rio Tocantins. Lá pelas três da madrugada de domingo um pescador ancorou sua “rabeta” e deu uma saidinha. Tempo suficiente para Hélio jogar a bicicleta dentro da “rabeta” e cometer mais um roubo, desta vez uma pequena embarcação que o levaria para o estado do Maranhão.

No Maranhão Hélio abandona a “rabeta” e segue, montado na bicicleta para Vila Nova dos Martírios, onde ao amanhecer pega uma carona que o levou para Imperatriz/MA. Nesta cidade fica vagando sem destino em cima da bicicleta até a manhã desta segunda, dia 18, quando foi preso por policiais militares por volta da 07h e levado para uma delegacia do polícia, onde ficou detido até as 18h30.

Conforme levantamento feito pela reportagem do Voz do Bico, mesmo sem documento pessoal, se identificou com o nome do irmão, de quem é sósia, e como este tem ficha limpa, facilitou a vida do irmão fujão da justiça. Logo após, agentes da Polícia Civil do Tocantins ficaram sabendo de todo acontecido, e se diligenciaram para a cidade maranhense onde começaram uma série de investigações. Por volta das 03h da madrugada de hoje, dia 19, receberam informação de um caseiro de uma chácara no município de Edison Lobão, dizendo que havia deparado com uma pessoa estranha dormindo dentro propriedade.

Chegando ao local os agentes encontraram Hélio Oliveira dormindo profundamente ao lado da bicicleta e com uma faca na cintura. Foi acordado, não reagiu e convidado para voltar para “casa”, onde chegou nesta terça-feira, 19, por volta das 13h.

Participaram da missão em Imperatriz/MA Leonino Santana, chefe da cadeia, Paulo Alves, Carlos Alberto, Junior Wanderson.

Paulo Palmares – Voz do Bico

-- Publicidade --

Comentários no Facebook