Estudantes visitam exposição sobre história do Estado no Memorial Coluna Prestes em Palmas

segunda-feira, 18 de março de 2019 às 17:07
65 Visualizações
Foto: Ascom Seduc / Governo do Tocantins

PALMAS – Em comemoração ao Dia da Autonomia do Tocantins, cerca de 90 estudantes da Escola Estadual de Tempo Integral professora Elizângela Glória Cardoso visitaram, na manhã desta segunda-feira, 18, a exposição Siqueira Campos, um estadista do setentrião goiano ao Tocantins, que acontece no Memorial Coluna Prestes, em Palmas.

Em exibição desde a última sexta-feira, 15, a mostra narra o processo de luta pela criação do estado do Tocantins. Como explica o curador, José Eduardo Rodrigues. “Com cerca de 24 painéis e 80 fotografias, a ideia é trazer um conceito de flashback que contenha a história oficial e bastidores desse processo de criação do Tocantins, unindo a força de Siqueira Campos às manifestações populares da época”, destacou.

Publicidade

O objetivo da visita dos estudantes à exposição é incentivar a valorização da história e cultura tocantinense. A atividade teve início com um vídeo introdutório que traçou uma linha do tempo, com contextualização histórica. Após a exibição, os estudantes tiveram acesso aos objetos expostos, livros e fotografias.

Conforme o idealizador da exposição, José Wagner Praxedes, o projeto foi realizado pensando na carência de informações sobre a história. “Víamos que a história do nosso Estado não estava mais sendo contada, estava esquecida. Daí, tivemos a ideia de abordar todo esse processo, para lembrar da importância da luta para criação do Tocantins”, frisou.

A estudante Fernanda Mascarenhas, de 18 anos, contou que sempre teve vontade de conhecer o Memorial Coluna Prestes e que, nesta primeira vez, gostou da exposição. “Eu sempre quis visitar esse lugar e hoje a exposição é sobre a criação do Estado, uma maneira perfeita de conhecer o Memorial. Todos os objetos carregam história e memória que precisamos saber enquanto estudantes”, pontuou.

Já a coordenadora de apoio pedagógico da Escola Elizângela, Valdete Oliveira, disse que é importante os estudantes conhecerem a própria história. “Conhecer a nossa história é necessário. A exposição proporciona informação e curiosidades para os estudantes. Eles vão precisar de conhecimentos sobre o Tocantins para realização de vestibulares e concursos, por exemplo”, finalizou.

A exposição vai até o dia 19 de junho e a entrada é franca. Até o final do mês de abril, outras 24 escolas da Diretoria Regional de Educação (DRE) de Palmas irão visitar o memorial, conforme cronograma já definido. (Ascom Seduc / Governo do Tocantins)

-- Publicidade --