Prefeituras e Secretária de Saúde debatem melhorias no atendimento a pacientes

sábado, 3 de março de 2018 às 11:11

 

Divulgação / Assessoria

GURUPI – Debater a modernização e o fortalecimento da rede de atendimento na Região de Saúde Ilha do Bananal, que compreende os 18 municípios no entorno de Gurupi, e a padronização da documentação e comunicação dos médicos tanto da unidade de saúde do município quanto do médico que está no Hospital Regional de Gurupi. Estes foram os principais temas da reunião entre a equipe da Secretaria de Estado da Saúde (SES), secretários municipais de saúde e técnicos da região.

A reunião a pedido do Conselho Municipal dos Secretários de Saúde (Cosems) foi, segundo o secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, “muito proveitosa e muito útil, pois debatemos os problemas que os municípios enfrentam e as dificuldades que o Hospital Regional de Gurupi tem na contra referência para continuidade do tratamento nos municípios, com apoio do Estado”, disse.

Algumas propostas foram definidas, como por exemplo, a de melhorar a comunicação do Núcleo Interno de Regulação da Secretaria, com cada município através de capacitação das equipes municipais sobre a classificação de risco, que será oferecida pela SES brevemente. Um grande treinamento em urgência e emergência para os médicos da região e do Hospital Regional também ficou acordado.

“Pedimos que nos indiquem médicos para trabalhar no Hospital Regional de Gurupi, pois estamos com dificuldades de encontrá-los, mesmo com o chamamento público aberto. Também estaremos repactuando os exames, em março para que as tomografias e radiografias de pacientes da região sejam feitas em Gurupi que é muito mais perto que Palmas, onde atualmente são feitos, e isso otimizaria tempo e recurso para os municípios” pontuou Musafir.

Para o presidente do Cosems, Vânio Rodrigues, foi um “momento de expor problemas e ideias possíveis de implementação para atender os anseios da população. Discutimos as escalas, encaminhamentos, estratégias e compartilhamento de serviços. Tudo isso com o objetivo de encontrar mecanismos para que os serviços sejam efetivados da melhor forma possível, sempre com a consciência de que não existem dois lados, apenas um que é do cidadão que precisa ser atendido em suas necessidades com serviço de excelência e esta aproximação institucional trará sem dúvidas benefícios neste sentido”.

Na ocasião, os secretários também conheceram as obras da nova emergência do Hospital Regional de Gurupi, viram a sala vermelha, sala de estabilização, sala amarela, sala de curativos, tomografia e constataram o funcionamento regular de tudo. A equipe também foi às enfermarias e em várias alas como obstetrícia e pediatria. “No final eles viram que temos pacientes graves dos municípios que precisam ficar na Unidade de Cuidados Intensivos (UTI), mas temos pacientes já tratados que poderiam continuar o tratamento em seus municípios ou em hospitais municipais e há  a questão da dependência de ambulância. Com isso resolvido, daremos alta a um paciente ele vai seguir com toda medicação para completar seu tratamento em um leito no município”, disse Musafir.

-- Publicidade --

Comentários no Facebook