Processo que pede cassação de Marcelo Miranda entra na pauta do TSE

terça-feira, 20 de março de 2018 às 11:29
Foto: Alan Milhomem / VB

BRASÍLIA – O julgamento do processo que pede a cassação dos diplomas do governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice-governadora Cláudia Lelis (PV) está previsto para esta quinta-feira (22) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O processo é por suposta captação ilícita de recursos na campanha estadual de 2014.

O Ministério Público Federal e a coligação “A mudança que a gente vê” pediram que o mandato do governador fosse cassado após uma operação da Polícia Civil apreender um avião, em Piracanjuba (GO), com R$ 500 mil em dinheiro e três quilos e meio de panfletos de Marcelo Miranda e Carlos Gaguim (Podemos).

Publicidade

O processo estava parado desde março do ano passado no TSE, após pedido de vistas do ministro Luiz Fux e andou na semana passada após o ministro, que agora preside o TSE, mandar pautar o julgamento.

No julgamento do processo pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Tocantins, o governador foi considerado inocente. No TSE, a relatora do processo, ministra Luciana Lóssio, que não está mais na Corte, teve o mesmo entendimento do TRE e votou pela absolvição de Miranda por entender que o candidato não sabia das ilegalidades.

Em nota encaminhada ao T1 Notícias na manhã desta terça-feira (20), a assessoria do governador afirmou que Marcelo Miranda está tranquilo e destacou que sua inocência já foi comprovada em instâncias anteriores. “O governador Marcelo Miranda acompanha com serenidade o andamento do processo. Ele ressalta que em todas as instâncias pelas quais houve o julgamento do referido processo foi comprovada a sua inocência”, afirma a nota. (Com informações do T1 Notícias)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook