Programa Mesa Farta deve beneficiar 8 mil famílias da agricultura familiar

terça-feira, 9 de novembro de 2021 às 08:27
Reunião de apresentação do projeto. Foto: Esequias Araújo.

TOCANTINS – O governador Wanderlei Barbosa anunciou a prefeitos, secretários municipais de Agricultura e produtores rurais, na tarde dessa segunda-feira, 8, as diretrizes do programa Mesa Farta, que tem como objetivo apoiar pequenos produtores rurais que foram impactados com a atual crise econômica. O programa será articulado e coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro).

O programa prevê a distribuição de 2,2 toneladas de sementes de milho, arroz e feijão para plantio a agricultores familiares em todos os municípios do Tocantins, beneficiando cerca de 8 mil famílias com perfis de produção agrícola.

Publicidade

O governador Wanderlei Barbosa destacou que o desejo da gestão é transformar o cenário de insegurança alimentar causado pela pandemia e, ao mesmo tempo, promover a geração de renda para essas famílias. “Nós, enquanto governo, temos que ter esse cuidado de ajudar que esses pequenos produtores prosperem. A nossa orientação é que todos os produtores sejam beneficiados com esse programa voltado para o crescimento da agricultura familiar”, disse.

O titular da Seagro, Jaime Café, reforçou que o programa levará comida à casa dos tocantinenses. “Estamos entregando sementes e insumos que são itens essenciais da cesta básica, que é o arroz e o feijão; e o milho, que o produtor usa para alimentar suas galinhas e porcos, que hoje está tão caro para o produtor comprar”, explicou.

A aquisição das sementes foi realizada com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (Fecoep).

Sobre o programa

O programa Mesa Farta contará com a integração dos trabalhos dos técnicos do Instituto Rural do Tocantins (Ruraltins), de organizações e sindicatos de produtores rurais. Os beneficiários prioritários deste projeto serão agricultores familiares do Tocantins que se enquadram nas diretrizes da Política Nacional da Agricultura Familiar e Empreendimentos Familiares Rurais, Lei nº 11.326, de 24 de julho de 2006.

O secretário executivo de Estado da Agricultura, Adenauex Santana, explicou que a parceria das Secretarias Municipais de Agricultura será de grande importância para o sucesso do programa: “Todo o projeto para ter o resultado esperado precisa de parcerias, e é isso que faremos agora. Será celebrado um termo de cooperação técnica com os municípios, no qual o secretário municipal de Agricultura e o prefeito assumem a responsabilidade de ajudar a identificar e distribuir essas sementes”.

A partir desta terça-feira, 9, as sementes já poderão ser retiradas na Secretaria de Estado da Agricultura, em Palmas. Para evitar aglomerações, a Seagro orienta que os secretários de Agricultura façam o agendamento da retirada das sementes pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (63) 3218-7603.

Para a retirada das sementes, o gestor municipal precisará apresentar o termo de cooperação técnica assinado pelo prefeito do município.

Assistência Técnica

O presidente do Ruraltins, Fabiano Miranda, que também participou do evento, destacou que a equipe técnica da instituição estará a postos para colaborar com esse projeto. “O Ruraltins dará apoio no que for preciso. Todos os produtores que procurarem o Instituto poderão fazer uma análise do solo com custo zero, nossos técnicos já foram capacitados e agora é produzir”, finalizou.

(Secom)

-- Publicidade --