App que mapeia portadores de doenças crônicas é apresentado durante mostra de extensão de Medicina

quarta-feira, 5 de junho de 2024 às 09:18
396 Visualizações
Tela do app Mapeia SUS

AUGUSTINÓPOLIS – Um aplicativo que mapeia os portadores de doenças crônicas, assistidos pela Unidade de Saúde da Família do Bairro Boa Vista, em Augustinópolis/TO, foi apresentado na noite desta segunda-feira, 3, na II Mostra Saberes da Extensão de Medicina da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) Câmpus Augustinópolis.

O Mapeia SUS foi criado pelos acadêmicos Ana Clara Vieira Rocha Dias, Edwirges Maria Bertoldo Ferreira, Isabella Rodrigues de Sousa, Pedro Augusto Santos Batista e Vitória Fausta Dias Mota, todos do 3º período do curso de Medicina/Câmpus Augustinópolis.

Acadêmicos pesquisadores que desenvolveram o app. – Foto: Ananda Portilho/Dicom Unitins
Publicidade

O app digitalizou o esforço inicial do grupo: um mapeamento físico dos portadores de algum tipo de doença crônica na microrregião da UBS Santa Rita. “Desenhamos as casas, colocamos a localização da unidade e a partir daí começamos a apontar de forma demográfica as doenças crônicas como obesidade, diabetes, hipertensão e outras. A partir disso, criamos o aplicativo para digitalizar essas informações, onde o profissional de saúde, principalmente o ACS, vai acessar pelo celular e ter acesso aos dados”, explicou o acadêmico Pedro Augusto.

A aplicação ainda está em fase de desenvolvimento. A ideia é que ele colabore com os profissionais da UBS para um planejamento de saúde mais efetivo. “Eles vão lançar os dados e as informações em tempo real, de modo que o app sempre vai estar atualizado. Inicialmente o nosso projeto abrange somente a UBS Santa Rita, mas esse app tem muito futuro e estamos estudando a possibilidade de ampliar para outras unidades”, assinalou Pedro Augusto.

O app foi desenvolvido durante a disciplina Tecnologia da Comunicação e Informação em Saúde, ministrada pela professora Jordânia Soares Leal. “Da nossa disciplina saiu seis projetos, um deles o Mapeia SUS, que assim como os demais, busca atingir a comunidade de uma forma diferenciada”, explicou a docente.

Professora Jordânia com acadêmicos pesquisadores durante a mostra de extensão. – Foto: Ananda Portilho/Dicom Unitins

II Mostra Saberes da Extensão de Medicina

Além do aplicativo, a mostra reuniu a apresentação de outros 18 trabalhos extensionistas desenvolvidos por acadêmicos de Medicina/Câmpus Augustinópolis. Dentre os resultados apresentados, pode-se destacar a capacitação de profissionais da rede de saúde municipal de Augustinópolis e a promoção de educação em saúde para grupos da comunidade local.

A II Mostra Saberes da Extensão de Medicina da Unitins reuniu a diretora do Câmpus Augustinópolis, Gisele Padilha, o diretor de extensão da Unitins, Fredson Vieira, o coordenador de extensão do curso de Medicina/Câmpus Augusitinópolis, Wallace Sousa, e o professor Jaderson Fontes, representando o secretário de saúde de Augustinópolis, Yatha Anderson Maciel.

Dispositivo de honra durante mostra de extensão. – Foto: Ananda Portilho/Dicom Unitins

O evento também recebeu os professores orientadores dos trabalhos apresentados e a palestrante da noite, a médica Talissa Bandeira Santos, que abordou “Extensão como ferramenta de fortalecimento do SUS e desenvolvimento das Ciências Médicas no Bico do Papagaio”.

“Esses projetos são muito importantes tanto para a formação acadêmica dos estudantes, quanto para o futuro da prática de clínica médica. A extensão do curso de Medicina da Unitins é referência para outras universidades e isso melhora a qualidade do curso e eleva o nome da Unitins para todo o Estado e todo o país”, observou Wallace Sousa.

Acadêmicos pesquisadores durante mostra de extensão de Medicina. – Foto: Ananda Portilho/Dicom Unitins

O diretor de extensão da Unitins, Fredson Vieira Costa, parabenizou a realização do evento e também ressaltou a relevância do que o curso de Medicina faz. “Vocês são referência nos projetos de extensão, nas bolsas de extensão, com projetos de excelência”.

Para a diretora do Câmpus Augustinópolis, Gisele Padilha, “o Câmpus é uma referência na oferta de ensino público de qualidade, assim como na pesquisa e na extensão. E o curso de Medicina veio para somar. A Universidade ganha, vocês, alunos, ganham e a comunidade também é beneficiada. Todas essas ações são muito importantes e os resultados que vocês apresentam, hoje, são prova disso”, assinalou.

(DICOM UNITINS)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook