Câmara de Ananás decide anular decreto que nomeia servidor 18 anos após o concurso

segunda-feira, 19 de outubro de 2020 às 17:44

Reunião na Câmara de Ananás. Foto: Divulgação.

ANANÁS – Os vereadores de Ananás reuniram-se nesta segunda-feira, 19, para discutir sobre a nomeação de um servidor 18 anos após o concurso público. O Decreto 065/2020 gerou reação por parte do Conselho Municipal de Educação de Ananás assim que foi publicado, há algumas semanas.

Publicidade

Além dos vereadores, estiveram presentes na reunião professores e representantes da prefeitura. O Controle Interno do Fundo Municipal de Educação esteve no local orientando a categoria dos professores.

Após os professores apontarem seus argumentos contra o decreto, a conclusão a que os presentes chegaram é de que o documento deve ser anulado. Assim, segundo o Conselho Municipal de Educação de Ananás, “a Casa de Leis decidiu de forma colegiada e em razão dos professores apontando suas considerações, por unanimidade, em desfavor da nomeação”.

Em seguida, os vereadores Zé Lu, Cicinho do São João, Walfredo Borges dos Santos, Livam, Antonio Gomes Lima, Josiel Moura Leite, Rafael das Quatro Bocas e Elzi Pereira de Sá e Silva assinaram uma representação no Ministério Público Estadual, pedindo avaliação e anulação do Decreto 065/2020, caso sejam encontradas irregularidades no ato de nomeação.

(Informações: Assessoria)

Veja também: Conselho de Educação repudia nomeação de servidor 18 anos depois de concurso em Ananás.

-- Publicidade --