Sessão é marcada por bate boca, troca de acusações e dois presidentes na Câmara Municipal de São Miguel

quinta-feira, 11 de abril de 2019 às 14:25
Maria da Consolação permaneceu na cadeira de presidente, mas a reunião foi presidida pelo vereador Francisco Caldas. Foto: Reprodução

Redação Voz do Bico

SÃO MIGUEL – A sessão ordinária da noite dessa quarta-feira (10) na Câmara Municipal de São Miguel do Tocantins foi marcada por bate boca, troca de acusações e dois presidentes na Casa de Leis. A confusão foi protagonizada pelos vereadores Maria da Consolação, presidente eleita ainda no ano passado, e Francisco Caldas, eleito no dia 22 de março deste ano, em sessão que teve até porta da Câmara quebrada.

Durante a sessão dessa quarta-feira, a vereadora Maria da Consolação permaneceu na cadeira de presidente, mas a reunião foi presidida pelo vereador Francisco Caldas que ficou em pé ao lado da mesa da presidência. Durante a sessão, acompanhada por vários moradores da cidade, os parlamentares bateram boca e trocaram acusações. Veja as discussões no vídeo:

Entenda o caso

O desentendimento entre os dois grupos oposição e situação na Câmara de São Miguel é antigo. Os vereadores que apoiam a atual gestão municipal não aceitam a vereadora Maria da Consolação como presidente da casa. Ela foi eleita ainda em 2018 e tomou posse em janeiro deste ano.

Um grupo de vereadores entrou na Justiça para tentar tirar ela da presidência, mas o processo foi negado na primeira e segunda instâncias. Com a chegada de um novo magistrado na Comarca, os vereadores entraram novamente com processo, mas ainda está em tramitação e não houve decisão.

No dia 22 de março, os vereadores quebraram a porta da Câmara Municipal, realizaram nova eleição para presidente e trocaram todas as fechaduras da Casa de Leis do município. Vereadores da atual Mesa Diretora disseram que ficaram surpresos com a ação dos colegas e registraram na Polícia Civil Boletim de Ocorrência sobre o caso.

Nesta eleição, o vereador Francisco de Caldas foi eleito presidente na sessão que teve a participação de seis dos nove vereadores. Participaram da sessão Osmar Alves, Dasiree Mithelly, José Amari, Murilo Francisco, Francisco de Caldas e Raimundo Joquivaldo.

Conforme a vereadora Yanes Ferreira, a Mesa Diretora eleita no ano passado aguarda o trâmite legal do processo e, até a decisão da Justiça, a vereadora Consola é a presidente da Casa de Leis. Ela disse que a eleição desta sexta-feira não tem embasamento legal e não é amparada pelo Regimento Interno e Leio Orgânica do Município.

São Miguel: Vereadores de situação invadem Câmara Municipal e realizam nova eleição para presidente

-- Publicidade --

Comentários no Facebook