Vacinação contra a febre aftosa no Maranhão segue até o dia 30 de novembro

sexta-feira, 13 de novembro de 2020 às 16:00

A vacinação contra a febre aftosa no Maranhão deve ser feita até o dia 30 de novembro. Segundo a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), o estado deve vacinar mais de 2,8 milhões de bovinos e bubalinos na segunda fase da Campanha de Vacinação contra a Aftosa.

Vacinação contra a febre aftosa no Maranhão segue até o dia 30 de novembro. — Foto: Divulgação

De acordo com a Aged, nesta etapa a meta é obter comprovação de vacinação em mais de 90% das propriedades rurais com bovinos e bubalinos de até dois anos. O total de propriedades cadastradas no Maranhão é de 106.414, sendo que 81.686 possuem animais abaixo de 24 meses.

Publicidade

“Nossa expectativa é fazer vigilância nas propriedades rurais para atingir este índice de animais imunizados e de propriedades com rebanho vacinado. O Maranhão está com bom estoque de vacina. São mais de três milhões de doses disponíveis”, pontua a fiscal estadual Agropecuário da Aged, Margarida Prazeres.

O produtor deve comprovar a imunização, se dirigindo aos escritórios da Aged onde está cadastrada a propriedade. A comprovação pode ser presencial, por agendamento ou online no site da agência. Criadores que não têm rebanho na faixa etária de vacina, devem comparecer aos escritórios para atualização.

Durante a campanha, a agência está realizando a fiscalização em revendas de vacina e monitorando o cumprimento das normas sanitárias contra o novo coronavírus.

A Aged afirma que 97 estabelecimentos já foram fiscalizados em 48 municípios e mais de 1 milhão de doses de vacina vistoriadas, para garantir o abastecimento e a qualidade da imunização dos rebanhos.

Normas sanitárias de combater à Covid-19

Segundo a Aged, durante o período de vacinação devem ser observados, pelos vacinadores e proprietários de rebanhos, os protocolos de saúde. Entre eles:

  • evitar aglomerações nos escritórios, preservando assim a saúde dos criadores, servidores e colaboradores;
  • manter o distanciamento entre as pessoas;
  • higienizar bem as mãos com água e sabão;
  • utilizar máscaras e álcool em gel.

As normas sanitárias se aplicam também no manejo dos rebanhos. Deve ser feita limpeza de superfícies e equipamentos usados na vacinação, antes e depois dos procedimentos.

A vacina precisa ser mantida entre 2° a 8° de temperatura. A vacinação atinge rebanhos – gado bovino e bubalino – na faixa etária de 0 a 2 anos, que receberão dose de 2 ml para se proteger da febre aftosa.

(G1/TOCANTINS)

-- Publicidade --