Amigo de infância

segunda-feira, 13 de maio de 2024 às 15:35
653 Visualizações
Foto: Joakant por Pixabay

*Por Juarez Alvarenga

Saiu da Bahia, para passar uma semana na minha casa, meu amigo de infância.

Publicidade

Lembramos o tempo que brincávamos de bolinha de gude; hoje, estamos brincando com os homens. Uma brincadeira séria demais que nos exige desprendimento e astucia.

Começamos a conversar e a primeira pergunta dele “o que é feito das atrizes globais locais de nossa época” “Disse-lhe que nenhuma teve o destino brilhante, porém não teve também um destino trágico. Estão vivendo dentro de uma estrutura digna infiltrado no cotidiano morno”.

Avançando a conversa, perguntou e as professoras de nosso tempo. Digo-lhe algumas ficaram viúvas e outras solitárias, vivenciando uma solidão suportável.

E os nossos contemporâneos? Respondo nenhum conquistou riquezas exageradas, mas em recompensação, ninguém com pobreza absoluta. A filosofia de vida proveniente de nossa geração é aquela que diz: “QUE A VIDA É BOA ENQUANTO ESTIVEREM EM BANHO MARIA, SEM GRANDES SOLUÇÕES, MAS EM RECOMPENSAÇÃO SEM GRANDES TRAGÉDIA.” É esta máxima a síntese de nossa geração. Mesmo porque vencer na vida não é só financeiramente.

Uma geração homogênea de resultados quase iguais foi estigma de nossa época.

O tempo passou e o passado interessante incendiou nossas mentes.

Hoje, fazemos apologia de que o tempo que passa é o mesmo que ensina.

Amadurecidos e felizes, parece que tudo que passamos foram tijolos na construção de uma alma lépida e contente.

Apreendemos a seduzir a vida de fomentos otimistas e a induzir nossos caminhos a nos levar no destino da felicidade racional.

Agora é meia-noite. Teremos que cortar o bate-papo. Coqueiral, uma roça iluminada, adormece e os cachorros de rua latem vamos dormir. Como a vida continua no novo amanhecer, retornaremos a conversa de dois saudosistas convictos.

Juarez Alvarenga é advogado e escritor.

O texto acima expressa a visão de quem o assina, não necessariamente do Portal Voz do Bico. Se você quer publicar algo sobre o mesmo tema, mas com um diferente ponto de vista, envie sua sugestão de texto para [email protected]

-- Publicidade --

Comentários no Facebook