335 quilos de drogas apreendidas passam por perícia antes de ser incineradas, no Pará

sexta-feira, 14 de junho de 2024 às 07:45
207 Visualizações
A maior parte da droga apreendida é maconha. — Foto: Divulgação/Agência Pará

A Polícia Científica do Pará fez a perícia nos 335 quilos de drogas que foram apreendidas, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém. O material estava escondido em um caminhão.

O entorpecente foi analisado no Laboratório de Química Forense, que identificou dos 330 quilos de substância apreendida, 307 são de maconha do tipo skunk e haxixe. O restante, 28 quilos, são de cocaína.

Publicidade

A perícia foi feita nesta quinta-feira (13) e o laudo vai subsidiar a destinação do material apreendido, que será a incineração por parte da Polícia Civil.

A droga foi encontrada por policiais militares que estavam na procura por suspeitos de roubo. Durante a ronda pela Rua Paulo Maranhão, a população denunciou a movimentação estranha de entrada e saída de veículos grande no galpão de uma empresa abandonada.

No local, os policiais sentiram um odor estranho no ambiente e pediram o apoio do Batalhão de Ações com Cães da PM.

Depois de apreendida, a droga foi encaminhada para o Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), da Polícia Civil.

A maconha e a cocaína estavam divididos em 294 tabletes e misturadas a borra de café.

“O café é usado para mascarar o cheiro da substância para que o cão farejador não consiga detectar, e geralmente é na maconha, pois o odor é mais característico”, explicou o delegado Davi Rocha, da Denarc.

Ainda não há uma data para a incineração da droga

Substâncias passam por perícia, na Polícia Científica do Pará. — Foto: Divulgação/Agência Pará

(G1 PARÁ)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook