Hospital Regional do Sudeste do Pará tem 95% de aprovação dos pacientes assistidos

sexta-feira, 26 de abril de 2024 às 07:46
307 Visualizações
Dado refere-se a resultado da pesquisa realizada nos últimos 12 meses, com dois mil usuários sobre o desempenho dos médicos e enfermeiros na unidade. – Foto: Comunicação HRSP

MARABÁ – Rosa Maria, moradora de Jacundá, foi submetida à cirurgia ortopédica no Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá. Após oito dias de internação, ela avaliou de forma positiva o atendimento recebido na instituição. Sua experiência coincide com resultados de uma pesquisa divulgada essa semana, que indicou que 95,5% dos pacientes aprovam os cuidados médicos e de enfermagem fornecidos na unidade.

“Estou feliz por ter recebido alta hospitalar, e satisfeita com o tratamento que recebi. Os médicos e enfermeiros foram incríveis, sempre atenciosos e prestativos. Eles realmente se preocupam com o nosso bem-estar, fazem de tudo para proporcionar o melhor cuidado possível. Sou grata por todo apoio que recebi de todos no hospital”, explicou.

Publicidade

Nos últimos 12 meses, de abril de 2023 a abril de 2024, o Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) realizou a pesquisa com mais de dois mil pacientes no momento de sua alta hospitalar. A iniciativa avaliou o desempenho dos médicos e profissionais de enfermagem, buscando identificar tanto seus pontos fortes, quanto aspectos que necessitam de aprimoramento na prestação da assistência.

Flávio Marconsini, diretor executivo da unidade, ressaltou que os resultados alcançados nos últimos meses, é fruto de trabalho árduo da nova gestão do hospital, e principalmente da dedicação de toda equipe assistencial.

“Estamos orgulhosos pelo reconhecimento positivo dos pacientes em relação aos nossos serviços. Essa alta taxa de aprovação reflete nosso compromisso com a excelência no cuidado e na atenção ao paciente. Continuaremos trabalhando para garantir, que cada pessoa que passe por nossas portas receba o melhor tratamento possível”, enfatizou.

Marcos Silva, outro paciente atendido no hospital, que realizou procedimento cirúrgico ortopédico, também compartilhou sua experiência positiva durante os 15 dias internados na instituição.

“O médico sempre foi atencioso, transparente com as informações e ouvia minhas preocupações, o que me deixou confortável durante o tempo todo. Além disso, os profissionais de enfermagem sempre estavam bem educados e sorridentes, o que deixava o ambiente mais leve e humanizado. Foi uma das melhores experiências que já tive em um hospital”, destacou o paciente.

A unidade de saúde pública do Governo do Pará, é gerenciada há um ano pelo Instituto de Saúde Social e Ambiental da Amazônia (ISSAA), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Pesquisa – Durante o processo de alta hospitalar no Regional em Marabá, os pacientes participam de uma pesquisa do SAU, que utiliza questionários para avaliar diversos aspectos dos atendimentos prestados pelos médicos e profissionais de enfermagem. Destacam-se critérios como competência técnica, empatia, agilidade no atendimento, habilidade na comunicação, disponibilidade para esclarecer dúvidas, entre outros.

“Os médicos e profissionais de enfermagem demonstraram excelência em todos os quesitos avaliados, resultados que refletem a dedicação e o compromisso da equipe em proporcionar um atendimento de qualidade e humanizado aos nossos pacientes”, informou Flávia Fernandes coordenadora do SAU.

A profissional ainda ressaltou que a taxa de satisfação global dos usuários e pacientes, que leva em conta também itens como limpeza, alimentação, organização e estrutura, é ainda maior, alcançando, no mês de março, a marca de 97% de satisfação.

A médica Daiane Rodrigues, diretora técnica do hospital, enfatizou que os médicos desempenham papel importante no hospital, e ressaltou que além da competência técnica, é a humanização do cuidado que distingue a qualidade da assistência prestada.

“Nossos médicos não apenas tratam as condições clinicas dos pacientes, eles oferecem conforto, compreensão e apoio emocional durante momentos delicados. A humanização no cuidado médico, é essencial para construir uma relação de confiança e segurança com os pacientes, é isso que nos permite alcançar índices tão positivos de aprovação”, enfatizou.

Alan Ferreira, diretor assistencial do hospital, enfatizou que o Regional de Marabá celebrou um ano sob nova gestão administrativa neste mês de abril, que implementou uma série de mudanças que resultaram em melhorias significativas para os profissionais de enfermagem, evidenciando o compromisso contínuo com a excelência no cuidado ao paciente.

“Nos últimos 12 meses, revitalizamos a política de humanização e investimos intensamente no capital humano. Priorizamos a capacitação contínua, especialmente dos profissionais de enfermagem, com o objetivo de aprimorar suas habilidades técnicas e garantir um atendimento de excelência. Esse compromisso se traduziu em alta satisfação dos nossos usuários”, ressaltou.

Perfil – O Hospital Regional do Sudeste do Pará, é referência para procedimentos de média e alta complexidade para mais de um milhão de pessoas, em 22 municípios da região. A instituição conta com 135 leitos, dos quais 97 são para unidades de internação clínica e médica, e 38 para Unidades de Terapia Intensiva (UTI), estas com 20 leitos de UTI adulto, nove de UTI pediátrica e nove de UTI Neonatal, estrutura que possibilita atender pacientes em diferentes níveis de complexidade.

(ASCOM HRSP)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook