Regional de Marabá promove bem-estar das mães de pacientes de UTI

terça-feira, 31 de outubro de 2023 às 10:52
522 Visualizações

A terapia ajuda aliviar a angústia e o estresse das mães, que estão ao lado de seus filhos nas unidades de terapia intensiva pediátrica e neonatal. – Fotos: Ascom HRSP

MARABÁ – No Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, mães que acompanham os filhos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) Pediátrica e Neonatal, encontraram nas ações terapêuticas artísticas, em especial nas de pintura em tecido, suporte valioso para enfrentar os desafios do ambiente hospitalar.

Publicidade

Alan Ferreira, diretor assistencial da instituição, falou com entusiasmo sobre a iniciativa que oferece apoio e conforto às mães que passam longas horas ao lado dos filhos nas UTIs. “Nós proporcionamos a essas mães a chance de expressar seus sentimentos por meio da arte, e o resultado são obras que emanam carinho e esperança para seus amados filhos”, afirmou.

Daiane Uzynski, analista de humanização na instituição, destaca que as obras de arte produzidas durante essas sessões especiais de pintura adornam as paredes da unidade, contribuindo para a criação de um ambiente mais acolhedor e alegre. “As crianças se sentem amadas e encorajadas pela dedicação de suas mães, o que se reflete nas belas pinturas que decoram os espaços”, complementou.

Raquel Brito, uma das mães que participou das oficinas, falou sua experiência na ação. “Estar na UTI com meu filho tem sido uma jornada desafiadora, repleta de incertezas. As oficinas de arte foram um respiro para mim, um momento de escapar um pouco da realidade e expressar meus sentimentos”, explicou.

Jamilly Costa, outra mãe participante das ações, também expressou seus sentimentos. “Quando meu filho foi internado na UTI, senti uma mistura de emoções que não consegui expressar completamente com palavras. As oficinas de pintura em tecido me deram uma maneira de externalizar o que estava sentindo”.

Benjamin Ferreira, diretor-executivo do hospital, destacou que a missão da unidade transcende o mero tratamento médico. Ele reforça o compromisso de garantir o bem-estar emocional dos pacientes e de aprimorar a humanização do atendimento, tornando-o mais acolhedor e compassivo.

“Estamos totalmente dedicados a fornecer esse apoio emocional, pois acreditamos que desempenha um papel crucial em auxiliar as mães a enfrentar os desafios das UTIs, criando, assim, um ambiente mais acolhedor e cheio de esperança para todos os envolvidos”, enfatizou.

Referência pediátrica 

O Regional do Sudeste do Pará é o único da região a dispor de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) exclusivas para recém-nascidos, crianças e adolescentes. São nove leitos de UTI neonatal, nove de UTI pediátrica, além de 11 leitos de enfermaria de cuidados intermediários pediátricos.

A unidade é gerenciada pelo Instituto de Saúde Social e Ambiental da Amazônia (ISSAA) em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). É referência para procedimentos de média e alta complexidade para mais de 1 milhão de pessoas, em 22 municípios da região.

Perfil – O Hospital Regional do Sudeste pertence ao Governo do Pará, é gerenciado pelo Instituto de Saúde Social e Ambiental da Amazônia (ISSAA) em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). É referência para procedimentos de média e alta complexidade para mais de 1 milhão de pessoas, em 22 municípios da região.

(Ascom/HRSP)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook