Vale apresenta projetos nas área de bioeconomia e inovação na Fipa

segunda-feira, 20 de maio de 2024 às 15:29
262 Visualizações
Viveiro de produção de mudas de cacau, parceria do Fundo Vale com a empresa Belterra, em Canaã dos Carajás, sudeste do Pará. – Foto: Reprodução / Vale

Feira da Indústria do Pará (FIPA) reúne setor industrial, de 22 a 25 de maio, no Hangar

Ações que unem ciência e o fortalecimento de empreendimentos comprometidos com a proteção e a recuperação de territórios na Amazônia, vão estar em evidencia no estande institucional da Vale, na Feira da Indústria do Pará (FIPA). O evento reunirá o setor industrial, em Belém, de 22 a 25 de maio, no Hangar Centro de Convenções da Amazôinia.

Publicidade

Esta edição da FIPA tem como tema “Negócios e Sustentabilidade na Amazônia”, e a Vale divulgou que vai levar uma agenda sobre investimentos em bioeconomia e inovação tecnológica a partir das iniciativas do Fundo Vale e do Instituto Tecnológico Vale.De acordo com a empresa de mineração, ela investe mais de R$ 890 milhões em pesquisa científica. O Pará, por exemplo, tem um dos maiores viveiros de produção de mudas de cacau do Brasil.

Compromisso ambiental

Diretora de Soluções Baseadas na Natureza da Vale, Patricia Daros destaca que a Vale desenvolve a bioeconomia, com uma rede de parceiros. “Precisamos trabalhar em várias frentes que vão desde o estímulo à ciência e tecnologia, inovação e empreendedorismo, oferta de capital, desenvolvimento de mercados, regulação, incentivos e investimentos, como o que temos feito com as startups agroflorestais e silvipastoris. Só vamos conseguir avançar se colocarmos todos esses elementos a serviço do ecossistema de bioeconomia”, dz Patrícia.

O Instituto Tecnológico Vale tem estudos sobre Sistemas Agroflorestais (SAFs), restauração florestal, genômica da biodiversidade brasileira, polinizadores e a produção de alimentos e agroflorestas de cacau. Por meio do Instituto, o foco é usar a pesquisa como forma de enfrentar problemas e desafios socioambientais.

A aplicação prática da ciência por meio do desenvolvimento tecnológico promove inovação de impacto, e contribui também com o potencial de geração de renda a partir da floresta viva“, afirma Sâmia Nunes, pesquisadora do ITV.

Biodiversidade

A Vale destaca que investe na expansão de sistemas agroflorestais (SAFs) no Pará. O modelo produtivo concilia desenvolvimento com proteção ambiental, na medida que alia o cultivo agrícola e florestal à conservação da biodiversidade.

Por meio da parceria entre Fundo Vale e a empresa Belterra, está em construção na cidade de Canaã dos Carajás, no sudeste paraense, um dos maiores viveiros de produção de mudas de cacau do país, que irão contribuir para expandir a implantação dos SAFs.

O viveiro terá capacidade inicial de 2 milhões de mudas por ano e, em dois anos, deverá chegar a 10 milhões. A meta é recuperar 20 mil hectares de áreas degradadas no Estado até 2030.

FIPA

Às 15h, da quinta-feira (24), Patricia Daros e a pesquisadora Samia Nunes vão apresentar os projetos citados e outros exemplos durante um painel técnico da Fipa, no palco 3. Simultaneamente, no palco 1, acontecerá o painel “Fortalecendo o mercado industrial na Amazônia: melhores práticas de suprimentos“, com a gerente da área na Vale, Luciana Jardelino. Luciana vai abordar a atuação da empresa, com foco nas compras de fornecedores da região para ampliar a movimentação do mercado local no Pará.

Em seguida, às 15h40, no palco 3, o gerente de Meio Ambiente da Vale Metais Básicos, Sérgio Melo, apresentará uma das iniciativas de mineração circular desenvolvida, a “Fábrica Sustentável”, projeto piloto que utiliza os rejeitos da mineração de cobre da mina do Sossego, em Canaã dos Carajás, na fabricação de blocos pré-moldados de concreto (pavers) para uso na construção civil. Os testes são desenvolvidos em parceria com a Universidade de São Paulo (USP).

A programação da Vale na Fipa terá espaços estratégicos para bate-papos do público com equipes de Recursos Humanos e da área de Suprimentos. O público poderá esclarecer dúvidas sobre cadastro de currículos e contratação de empresas fornecedoras de produtos e serviços para a cadeia produtiva da mineração.

(ARARA AZUL FM)

-- Publicidade --

Comentários no Facebook