Carlesse, Amastha, Márlon, Simoni e Bernadete vão disputar o governo do Tocantins

domingo, 5 de agosto de 2018 às 22:05
20 Visualizações

 Alan Milhomem / Voz do Bico

PALMAS – Um domingo marcado por articulações, reuniões, especulações e acordos. No último dia das convenções partidárias, o cenário político para as eleições gerais de outubro no Tocantins foi desenhado. Cinco candidatos vão disputar o comando do Palácio Araguaia. São eles: Mauro Carlesse (PHS), Carlos Amastha (PSB), Márlon Reis (Rede), César Simoni (PSL) e Bernadete Aparecida (PSOL).

Foto: Voz do Bico
Publicidade

O governador Mauro Carlesse e o vice-governador Wanderlei Barbosa (PHS) vão tentar a reeleição. O ex-governador Siqueira Campos (DEM) e o deputado federal César Halum (PRB) vão concorrer ao Senado na chapa. Mauro Carlesse tem 58 anos e nasceu em Terra Boa (PR). No Tocantins, ocupou-se como empresário e agropecuarista. Iniciou a carreira política em 2011. Foi candidato a prefeito de Gurupi, mas não se elegeu. Em 2014 foi eleito deputado estadual. Com a cassação do governador Marcelo Miranda, assumiu interinamente o governo e depois se elegeu governador na Eleição Suplementar deste ano.

Até o momento, declaram apoio a reeleição de Carlesse os partidos: DEM, PP, PRB, PMN, PPS, Avante, Pros, Patriota e PPL.

Foto: Divulgação

Carlos Amastha terá na majoritária como vice o empresário Osvaldo Stival (PSDB) e os senadores Vicentinho Alves (PR) e Ataídes Oliveira (PSDB), que tentam a reeleição. Carlos Enrique Franco Amastha tem 56 anos e nasceu em Barranquilla, na Colômbia. Residindo no Brasil há mais de 30 anos, ele é empresário e entrou para a política em 2012, quando foi eleito prefeito de Palmas. Amastha foi reeleito em 2016 e renunciou no mês de abriu de 2018 para disputar a eleição de outubro. Ele concorreu ao governo na Eleição Suplementar de junho, mas foi derrotado ainda no primeiro turno.

Os partidos PSDB, PR e PCdoB já confirmaram apoio a Carlos Amastha. O MDB também negocia com o grupo.

Foto: Divulgação

O ex-juiz do Maranhão, Márlon Reis, foi o escolhido do partido Rede Sustentabilidade para concorrer ao governo do Estado. O vice na chapa ainda não foi definido. Irajá Abreu (PSD) e Paulo Mourão (PT) vão disputar o Senado. Márlon Reis tem 48 anos e é natural de Pedro Afonso no Tocantins. Ele fez carreira na magistratura no Maranhão e se destacou no Brasil ao relatar a Lei da Ficha Limpa. Ele também idealizou e fundou, junto com lideranças sociais, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE).

PRTB, PV, PDT, PSD, PT e Patriota confirmaram nas convenções apoio a candidatura de Márlon Reis.

Foto: Divulgação

César Simoni é o candidato a governo do Partido Social Liberal (PSL). Compõem a majoritária Farlei Meyer e Antônio Jorge como candidatos ao Senado. Simoni foi policial federal em Brasília e é formado em Direito. Em 1990 se tornou promotor de Justiça no Tocantins. No ano de 2015 ele exerceu o cargo de secretário de Segurança Pública do Tocantins. Hoje, é policial e promotor aposentado.

 

Foto: Arquivo Pessoal

Também disputará o governo do Tocantins a candidata do PSOL, Bernardete Aparecida. Ela é natural de Campo Mourão (PR), cresceu em São Paulo e, no Tocantins, fundou e preside a Casa 8 de Março. Criada em 1998, a instituição atende mulheres em situação de vulnerabilidade social.

-- Publicidade --