Câmara Municipal de Augustinópolis aprova criação de CPI para investigar possíveis irregularidades nos loteamentos urbanos

sexta-feira, 24 de maio de 2019 às 15:00
O evento será realizado na Câmara Municipal. Foto: Voz do Bico

AUGUSTINÓPOLIS – A Câmara Municipal de Augustinópolis vai instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis irregularidades nos loteamentos urbanos no município de Augustinópolis. O requerimento é de autoria do vereador Cabeção (PR) e foi levado à plenário na noite desta quinta-feira (23), tendo sido aprovado por oitos votos favoráveis e três contrários.

Votaram a favor da instauração da CPI os vereadores Cícero Moutinho, Solange do Donizete, Lagoa, Elias Madeira, Edmar Oliveira, Joacy, Marcon Célio e Cabeção. Contra votaram, Daniel Walison, Frederico Guedes e Reinaldão.

Publicidade

Conforme o vereador Cabeção, a CPI irá analisar contratos e verificar se os consumidores não estão sendo lesados em direitos estabelecidos em contratos. “A questão principal é a infraestrutura nos loteamentos, prejudicando e muito a trafegabilidade nestes loteamentos que acredito ser de responsabilidades das imobiliárias”, disse o vereador ao portal Voz do Bico.

Outra questão suscitada com a reportagem, desta vez pelo presidente da Câmara Municipal, Cícero Moitinho, diz respeito aos loteamentos feitos por pessoas físicas. “O pior de tudo são as vendas de lotes realizados por particulares, que não obedecem em nada o Código de Costura do Município, não recolhem os tributos necessário e causam prejuízo aos consumidores, que se vendo prejudicado não tem para quem reclamar”, falou.

OUTRO LADO

Rony Teodoro, proprietário R&S, uma das empresas loteadora em Augustinópolis, que compareceu a sessão, lembra que para fazer um empreendimento imobiliário tudo tem que está tudo dentro das normas, e garante que seus loteamentos estão dentro da legalidade. Ressaltando que já construiu mais de 200 casas do programa Minha Casa Minha Vida do Governos Federal, financiado pela Caixa, não podendo realizar estes contratos caso estives ilegal ou não atendesse todas as normas exigidas.

O empresário destaca os vários loteamentos abertos por sua empresa e a grande importância econômica para o município na geração de emprego e renda para a cidade. “Estou muito tranquilo e quero contribuir para o bom andamento desta CPI, sei de minhas responsabilidades e esta investigação vem em um momento ideal para quem está trabalhando de forma regular e com certeza irá cobrar responsabilidade de quem está irregular”, finalizou.

 

-- Publicidade --

Comentários no Facebook